Atriz participou da coletiva de “Dorotéia”, em São Paulo, e falou ainda da importância da beleza em seu trabalho. “Uso como aliada, mas sei que tem prazo de validade”, afirmou.

Alinne Moraes participou na tarde desta segunda-feira (23) da coletiva de imprensa do espetáculo “Dorotéia”, de Nelson Rodrigues , que estreia no próximo sábado (28) no teatro Raul Cortez em São Paulo, após temporada carioca. Protagonista da peça, a atriz interpreta uma mulher que abandona a prostituição depois da morte do filho e que, ao reencontrar a família, tem que ficar feia para se dar bem com as primas, três figuras medonhas. “Me identifiquei com a personagem, pois também já tentei me disfarçar, ficar feia. Quando era modelo usava um boné para pegar ônibus, claro que era uma imaturidade, mas queria passar despercebida pelos ‘pedreiros’ (risos)”, contou a atriz.

Siga o iG Gente no Twitter e receba notícias dos famosos em tempo real

Porém, ela não negou que ser bela tem seu lado positivo. “No começo, a beleza me abriu portas, como a minha primeira novela, em que a personagem era uma mãe solteira bonita. Trabalho com a beleza sempre como uma aliada. Mas sei que é passageira, tem prazo de validade. Quando eu for mais velha vou fazer papel de mãe, avó, e vou precisar das minhas rugas para isso”, ponderou.

Alinne Moraes:
Manuela Scarpa / Photo Rio Nes
Alinne Moraes: "Podia ficar no estereótipo da mulher bonita, mas não. Tive diferentes oportunidades"

Aos 29 anos, Alinne ainda não foi mãe e contou como faz para interpretar uma pessoa que já sofreu a tragédia de perder um filho. “Cada dia é uma dor diferente. Sou atriz, um tubo por onde passam as emoções. Pensei até na morte da minha cachorra que morreu eletrocutada, lógico que não tem comparação, mas qualquer coisa que inspire para fazer uma cena vale”, explicou.

VOTE: Qual separação foi a mais surpreendente no mundo dos famosos?

Com papéis bem conflituosos no currículo – como uma lésbica, uma psicopata uma tetraplégica, entre outras – Alinne falou que isso não foi proposital. “Podia ficar no estereótipo da mulher bonita, mas não. Tive diferentes oportunidades e é um privilégio. Eu nunca pensei que fosse trabalhar com esses temas. Mas isso mostra que televisão não é só entretenimento”, declarou.

Vida Pessoal

Recentemente, Alinne Moraes tem sido vista em muitas ocasiões com o novo namorado, o cineasta Mauro Lima . Claro que o assunto não poderia ter ficado de fora da coletiva, mas a atriz, simpaticamente, disse que não queria falar disso. “Essas coisas eu não costumo responder. É bom preservar nossa vida pessoal, já que ela é tão exposta”, limitou-se a dizer.

VEJA:  Alinne Moraes troca carinhos com namorado em restaurante no Rio

Televisão

Durante a conversa com os jornalistas, Alinne Moraes revelou ainda que, para fazer “Dorotéia”, chegou a recusar três papéis na televisão, sendo um deles no remake de “Guerra dos Sexos”, próxima novela das sete da Globo. “Precisava fazer teatro para respirar um pouco. Na Globo a gente fica muito presa ao personagem, às vezes tem um dia de folga só. Eu gosto muito de fazer novelas, mas precisava de coisas novas, até para levar isso para os próximos personagens”, afirmou.

LEIA MAIS:  “Alinne Moraes e Danton Melo são perfeitos”, diz autor de série

Porém, ela já tem um novo projeto na emissora. Ao lado de Danton Melo , Alinne será protagonista de “Como Aproveitar o Fim do Mundo”, titulo provisório da série escrita por Fernanda Young e Alexandre Machado , com direção de José Alvarenga Jr. . “Vai ser engraçado”, garantiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.