A empresa  Party Pieces, que pertence à família da Duquesa de Cambridge, vende produtos com os símbolos das Olimpíadas, o que é proibido por lei

Falta uma semana exata para a abertura dos Jogos Olímpicos de 2012, em Londres, e a família de Kate Middleton , mulher do Príncipe William , está enfrentando problemas com a Justiça. De acordo com os advogados que representam o Comitê Organizador de Londres para os Jogos Olímpicos, a empresa Party Pieces, que pertence à família Middleton, está burlando as leis de direitos autorais olímpicos, o que prevê uma multa de até 20 mil libras (R$ 63 mil).

Siga o iG Gente no Twitter e receba as últimas notícias dos famosos

Segundo a acusação, os negócios da família da Duquesa de Cambridge anunciam em um site online uma grande diversidade de produtos chamados “Os Jogos”, incluindo bandeiras e balõezinhos comemorativos, o que iria contra a lei que protege os símbolos olímpicos. Os advogados então pediram para que a empresa alterasse o site para cumprir as leis publicitárias vigentes.

Carole e Michael Middleton , pais de Kate, ficaram sob suspeita depois de que jornalistas notaram que o site da empresa começou a vender produtos em cores olímpicas para celebrar os jogos, mas sem autorização de venda. A lei sobre as vendas dos produtos olímpicos foi validada em 2006, na qual apenas os patrocinadores oficiais do evento podem comercializar as marcas e os símbolos dos Jogos, tornando em crime todas as empresas que lucrarem com os Jogos Olímpicos, exceto os patrocinadores.

A empresa da família Middleton estaria vendendo aproximadamente 100 tipos de produtos diferentes, a preços populares – de 3 libras a 64 libras (R$ 9,00 a R$ 200,00) – e outras empresas que também efetuaram a venda irregular de produtos com a marca olímpica precisaram se ajustar às leis.

VEJA FOTOS:  Príncipe William completa 30 anos

O Comitê Olímpico elaborou uma lista de palavras e frases proibidas e pode processar qualquer empresa que desrespeitar as regras. “Não existem infrações e os produtos são bons. Vamos pedir para que eles façam pequenas alterações”, disse um porta-voz do Comitê, sem maiores informações. Segundo ele, a maioria dos acordos com os descumpridores da lei são feitos de maneira amigável e silenciosa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.