Sorridente, sertanejo recebeu alta do hospital Sírio Libanês, em São Paulo, na tarde desta segunda-feira (9)

Em uma cadeira de rodas, empurrada pelo pai, Leonardo , e pelo primo e sua dupla musical, Thiago , Pedro Leonardo deixou o hospital Sírio Libanês às 14h30 desta segunda-feria (9) bastante sorridente. Vestindo uma camiseta com a mensagem "Never never give up" (em português: nunca, nunca desista) e bem mais magro, ele agradeceu a todos que o acompanharam e rezaram por ele nesses 81 dias de internação.

VEJA:  Alta hoje: fãs esperam Pedro Leonardo na porta do hospital em São Paulo

"Muito obrigado pelo carinho de todos. Estamos juntos e misturados", disse ele, em meio a uma multidão de fotógrafos, repórteres e fãs. Dr. Roberto Kalil acompanhou a saída de seu paciente e disse à imprensa que sua completa recuperação é uma questão de tempo. "É possível que em seis meses ele volte a ter uma vida normal. Até lá, ele passará por sessões de fisioterapia e fonoaudiologia em casa e aqui no hospital".  

Leonardo se aproximou da bancada montada com microfones para a primeira declaração de Pedro e ensaiou dizer alguma coisa: "Eu queria falar uma coisa pra vocês aqui...", disse ele, e depois anunciou que quem iria falar era o próprio Pedro. E assim o cantor se pronunciou sozinho, deixando claro que não teve nenhuma sequela de comunicação. "Muito obrigado gente, obrigado pelas orações, obrigado a todos do fundo do coração. Tamo junto. Tamo junto e misturado. Valeu!"

Siga o iG Gente no Twitter

Pedro Leonardo sofreu um grave acidente de carro no dia 20 de abril na divisa de Minas Gerais e Goiânia, ficou seis dias internado no Instituto Ortopédico de Goiânia, e então transferido por avião UTI para a capital paulistana. Pedro teve significativa melhora no dia 20 de maio, quando acordou do coma. Desde então, ele manteve uma rotina de tratamento que incluía sessões de fisioterapia e fonoaudiologia.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.