Fã invadiu a mansão do cantor se dizendo seu amigo, tomou banho, comeu, bebeu drinks do rapper e dormiu em sua cama

EFE

P. Diddy: o mais rico do hip hop, segundo a
GettyImages
P. Diddy: o mais rico do hip hop, segundo a "Forbes"

Um homem reconheceu diante de um juiz de Nova York que em abril passou quase 24 horas na mansão do rapper Sean Combs , conhecido como P.Diddy , sem ser descoberto, tempo no qual tomou suas bebidas e até mesmo usou sua escova de dentes, informou nesta sexta-feira o jornal "New York Post".

Quamine Taylor explicou na quinta-feira em uma corte do condado de Suffolk, em Long Island, que durante sua incursão à mansão do rapper provou os charutos do cantor, tomou banho e usou seu sabão e se deitou na cama do ex-namorado de Jennifer López.

Taylor explicou que entrou na mansão após se fazer passar por um grande amigo de P.Diddy e que sentiu como se estivesse em casa, por isso decidiu provar os seletos licores do cantor, seus charutos e até suco de laranja e o molho picante de sua cozinha.

O invasor explicou, no entanto, que acrescentou o condimento e a bebida aos pratos que levou para dentro da mansão, um sanduíche de bife com queijo e um bolo de queijo.

Taylor contou ainda que decidiu se "refrescar" e por isso tomou banho com o sabão usado por P.Diddy. Além disso, utilizou sua loção pós-barba e até mesmo a escova de dentes do rapper, antes de se deitar em sua cama.

Depois de quase 24 horas na casa do cantor, Taylor foi descoberto e preso. O homem foi acusado de invasão de propriedade e furto. A fiança estipulada foi de US$ 2 mil, mas Taylor não conseguiu pagar esse valor.

O homem então foi mantido preso e condenado a três meses de detenção, prazo que terminou nesta quinta-feira. O juiz, no entanto, ordenou que ele mantenha-se afastado da mansão de P.Diddy por pelo menos cinco anos.

    Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.